quarta-feira, 23 de julho de 2014

Defesa Civil faz reunião técnica com engenheiro consultor da Jica

FOTO: DIVULGAÇÃO

Um engenheiro consultor da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica) esteve nesta semana em Petrópolis para reuniões técnicas na Secretaria de Proteção e Defesa Civil. A visita do Tanadori Kitamura foi para que ele tirasse dúvidas sobre o funcionamento da Defesa Civil. Ao fim da parceria de quatro anos entre o governo federal brasileiro e Jica para a redução de riscos de desastres das chuvas em Petrópolis, Nova Friburgo e Blumenau (SC), a agência japonesa produzirá manuais sobre mapeamento de risco, planejamento urbano e sistema de alerta e alarme para os três municípios.
Kitamura conheceu o registro de ocorrências da Defesa Civil, o protocolo de acionamento das 18 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme, o mapeamento e o funcionamento dos 64 pluviômetros automáticos e semiautomáticos instalados no município. Ele também viu como é feita a mobilização de servidores no caso de chuvas e recebeu outros dados da Defesa Civil na prevenção e na resposta às chuvas.
Durante a visita, ele se reuniu com o secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, e com o diretor técnico da secretaria, Ricardo Branco. Kitamura também visitou a sirene instalada na Vila Felipe e o ponto de apoio da comunidade, localizado na Escola Municipal Dr. Rubens de Castro Bomtempo, na Rua Permínio Schmidt, além de áreas de risco da região.
A parceria, iniciada no fim de ano passado, é custeada pela Jica e terá duração de quatro anos. Desde então, técnicos japoneses já realizaram várias visitas e participaram de reuniões em Petrópolis. O prefeito Rubens Bomtempo e o secretário Rafael Simão foram em março para o Japão, conhecer a experiência japonesa na prevenção de desastres naturais. Em maio, dois técnicos da Prefeitura também foram ao Japão, em viagens custeadas pela própria agência japonesa.

Aumenta oferta de consultas odontológicas na UBS Itaipava

FOTO: DIVULGAÇÃO

Está aumentando a oferta das consultas odontológicas na Unidade Básica de Saúde (UBS) de Itaipava. Nesta semana, novos profissionais foram encaminhados para a unidade, que, agora, passa a contar com três dentistas, triplicando a capacidade de atendimento para 70 pessoas por mês. A medida garante mais agilidade e conforto na assistência aos moradores dos distritos.

“A ampliação do atendimento de saúde bucal vem ocorrendo em toda a rede. Aumentando a cobertura, estamos qualificando os postos e garantindo à população um atendimento integral dentro das unidades”, lembrou o prefeito Rubens Bomtempo. A medida também fortalece a Rede de Atenção Básica e a ampliação da cobertura da saúde bucal, projetos que fazem parte do Plano Municipal de Saúde.

A dona de casa Adriana Pereira de Jesus, de 40 anos, comemorou a ampliação no atendimento. “A unidade é ampla e está novinha. Além disso, a marcação da consulta é bem fpacil. Consegui agendar de um dia para o outro, sem fila de espera”, disse Adriana, acrescentando que toda sua família está sendo atendida pelos dentistas da unidade.
O dentista Antônio José Teixeira da Silva elogiou o espaço e as condições de trabalho da UBS. “A sala é bem ampla e tem ar condicionado. Estou satisfeito em poder oferecer um atendimento de qualidade para os pacientes”, destacou o profissional, que conta com o apoio de uma Auxiliar de Saúde Bucal (ASB).

A unidade fica localizada na Estrada de Teresópolis (próximo ao Terminal de Itaipava). O agendamento das consultas pode ser feito de segunda a sexta-feira, entre 7h e 16h. Além da UBS de Itaipava, a Prefeitura está implantando o atendimento de saúde bucal em outras unidades, como Vila Rica, Brejal, Águas Lindas, 1° de Maio, Alto da Serra e Lajinha. O serviço também será instalado nas novas Unidades Básicas de Saúde que estão sendo construídas no Caxambu, Alto Independência, Araras e Posse. Atualmente, 23 postos da rede contam com saúde bucal. 

Rua dos Ferroviários ganha pavimentação

 
FOTO: DIVULGAÇÃO
 

Um grande pacote de melhorias está beneficiando moradores da Rua dos Ferroviários, no Alto da Serra. O trabalho é realizado em conjunto por equipes da Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) e da Secretaria de Obras e inclui limpeza e reorganização de toda a via. Nesta quarta-feira (23/7) a Prefeitura começa também outra grande intervenção na região: atendendo determinação do prefeito Rubens Bomtempo, a rua será asfaltada. 

Muros já foram pintados e as novas coletoras conteinerizadas, instaladas. Os jardins serão refeitos e as servidões serão identificadas e denominadas. “Essa limpeza foi iniciada já há alguns meses, com a remoção de veículos abandonados. Ao todo, 15 carros foram removidos”, explica o prefeito Rubens Bomtempo, que visitou o local na manhã desta terça-feira (22/07).

O secretário de Obras, Aldir Cony, e o presidente da Comdep, Hélio Dias, estiveram no local junto com o prefeito. A CPTrans também será mobilizada e realizará um estudo para verificar a viabilidade de incluir a rua no trajeto do ônibus que faz a linha Oswero Villaça. “Vamos asfaltar cerca de 600 metros da rua. A pavimentação vai chegar até a Rua Frei Leão e uma servidão”, detalha o secretário de Obras, Aldir Cony.

Representante da comunidade, Daniel Moreira, diz que as ações são motivo de orgulho e comemoração. “O trabalho representa o desenvolvimento da comunidade. Estamos sendo valorizados pelo Governo Municipal. As lixeiras, que estavam em péssimo estado, foram substituídas e os ratos desapareceram. O asfalto também precisa de melhoria. É bom ver que estão olhando para a gente”, celebrou.

RECADASTRAMENTO DE FAMÍLIAS QUE RECEBEM AUXÍLIO ALUGUEL TERMINA NESTA QUINTA-FEIRA

As famílias beneficiadas pelo Programa Auxílio Aluguel da Prefeitura que ainda não fizeram o recadastramento têm até esta quinta-feira (24/7) para comparecer à Central de Vigilância Social dos Programas de Transferência de Renda (Rua Santos Dumont, 329) e atualizar os seus dados. O atendimento é feito das 9h às 16h. Com o recadastramento os beneficiários efetivam o reajuste do aluguel de R$ 200 para R$ 500, anunciado pelo prefeito Rubens Bomtempo na última semana.

“Para a família receber o auxílio ela precisa ter um laudo da Defesa Civil atestando que a casa não está em área de risco. Desta forma, estamos garantindo a essas pessoas o direito à vida, devolvendo a cidadania e fortalecendo os vínculos familiares”, destacou a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira.
Para fazer o recadastramento os beneficiários devem levar original e cópia dos seguintes documentos: documento de identificação com foto, CPF, NIS (se tiver), carteira de trabalho, certidão de nascimento ou casamento, registro de ocorrência de interdição do imóvel atingido, comprovante de residência atual e contrato do aluguel.