PUBLICIDADE

CPTrans testa segundo dia de faixa seletiva em Itaipava


Alternativa para transporte público urbano, motoristas de ônibus tiveram uma faixa exclusiva para a passagem dos veículos também nesta terça-feira (17.04) em um trecho de cerca de 400m em Itaipava. A alteração faz parte de uma série de testes voltados a melhoria no tempo das viagens que estão sendo estudados pela CPTrans. A mudança foi avaliada no trecho entre a rotatória próxima ao Terminal Itaipava e a Serraria Itaipava a partir das 15h30.
Este foi o segundo dia de testes da companhia no local. Na segunda-feira, a equipe de engenheiros de trânsito e agentes já haviam estado a alternativa para diminuir o tempo total de viagem dos ônibus urbanos. O intuito é diminuir o tempo total das viagens dos coletivos, garantindo que o usuário de transporte coletivo fique menos tempo dentro do ônibus e chegue mais cedo ao seu destino. O tempo da viagem marcado pelos GPS serão cruciais para determinar se a medida será mantida em definitivo ou não.
“Os testes são termômetros que usamos para medir como as mudanças viárias impactam o dia o dia no trânsito. É importante termos esses parâmetros para poder oferecer a população alternativas viáveis no trânsito, diante da situação econômica vivida pela CPTrans. Nossa intenção é sempre melhorar o dia a dia dos usuários, principalmente das pessoas que dependem do transporte público”, explica o diretor-presidente da CPtrans, Maurinho Branco.
As mudanças em análise em Itaipava fazem parte de uma série de testes que vem sendo realizados pela companhia na tentativa de diminuir o tempo total de viagens dos veículos de transporte público. Na última semana, faixas seletivas foram criadas na Paulino Afonso e Montecaseros excluindo a possibilidade de conversão à esquerda. Já na semana anterior, uma mudança foi feita na Avenida Tiradentes, autorizando que os ônibus urbanos que seguiam da Avenida Imperatriz utilizassem o trecho em direção à Koeler, ao invés de seguir pela Raul de Leoni e Ipiranga.
             Para quem utiliza o ônibus e quer saber onde o veículo está também pode usar o aplicativo “Vá de Ônibus”. Com mais de 12 mil acessos de diferentes dispositivos, ele é um importante aliado para o planejamento da rotina dos usuários do transporte público. Lançado durante da 14ª Conferência Municipal de Trânsito e Transportes (CMTT), em fevereiro, ele está disponível para smartphones com Android e iOS além de poder ser utilizado pela internet no sitewww.vadeonibus.com.br. Pelo app ou pelo site é possível calcular rotas, localizar os pontos de ônibus mais próximos ao usuário, consultar itinerários para seguir de um ponto ao outro da cidade de todas as 241 linhas urbanas disponíveis em Petrópolis, além de saber exatamente em qual localização do itinerário o usuário está.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE