PUBLICIDADE

Petrópolis conta com local para descarte de lixo eletrônico


Os produtos eletroeletrônicos contêm substâncias químicas como chumbo, mercúrio, cádmio e berílio que, ao serem descartados incorretamente, podem promover a contaminação da água ou do solo. Para evitar esse tipo de dano ao meio ambiente, a prefeitura mantém no CERT - Centro de Excelência e Referência Tecnológica – um ponto de recolhimento de lixo eletrônico. E a meta é divulgar ainda mais o local como área de descarte seguro.  Nesse ano já foram depositados no CERT, 100 quilos de produtos como pilhas, baterias, celulares e câmeras fotográficas que não possuem mais conserto.
Empresários também podem descartar o lixo eletrônico das empresas no CERT de forma gratuita. Todos os produtos passam por uma triagem e são recolhidos por uma empresa, contratada pela Comdep que realiza o descarte correto dos materiais em São Paulo. Em 2017, 500 quilos de lixo eletrônico foram deixados no CERT. Os equipamentos que podem ser recuperados passam por uma manutenção e voltam a ter utilidade em setores da administração pública, como as Secretarias de Educação e Desenvolvimento Econômico.
“No CERT os equipamentos são recuperados e direcionados para as secretarias municipais. Dessa forma, evitamos o investimento desnecessário em novos equipamentos e evitamos que esses materiais sejam depositados de qualquer forma em locais despreparados para receber equipamentos eletrônicos, evitando, assim, a contaminação do meio ambiente’, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.
CERT: recuperação de 37 computadores em 2018
Em 2017 foram realizadas no CERT, 301 manutenções de equipamentos como computadores e impressoras. Nos três primeiros meses desse ano, outros 37 computadores foram recuperados - 16 manutenções para Centros de Inclusão Digital e 21 recuperações para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.
Teclados, estabilizadores, microfones, mouses, monitores e roteadores também foram recuperados.
            “Todos esses materiais passam por uma triagem para garantir que podem ser consertados e enviados para as secretarias municipais. Vale destacar que as pessoas que quiserem doar matériais eletrônicos para manutenção e posterior uso pela prefeitura também podem levar os materiais para o CERT”, explicou o diretor do Departamento de Políticas Públicas de Ciência e Tecnologia, Marcelo Simões.

Campanha permanente de recolhimento de lixo eletrônico
O EcoCentro funciona como ponto permanente de recolhimento de materiais eletrônicos. As pessoas podem depositar no local, computadores, notebooks, câmeras fotográficas, impressoras, pilhas, baterias e celulares que devem ser descartados. O CERT funciona na Rua Bingen, nº 520.
“Os materiais são separados e enviados para o descarte correto. Pessoas físicas e empresas podem deixar esses materiais no CERT que funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h”, disse Marcelo Simões.
Entenda:
O que pode ser depositado no EcoPonto?
Pilhas, baterias, celulares, câmeras fotográficas, computadores, impressoras, teclados, estabilizadores, microfones, mouses, monitores e roteadores.
Para onde são encaminhados os produtos descartados?
Todo o material passa por uma triagem. Tudo o que pode ser reaproveitado passa pela manutenção e é encaminhado para ser utilizado pelo poder público nas secretarias municipais.
Como é feito o descarte?
Todo o material que não pode ser reutilizado, como pilhas e baterias é recolhido por uma empresa contratada pela Comdep que é responsável pelo descarte ecologicamente correto do material, feito em São Paulo.
Quem pode depositar o lixo eletrônico no CERT?
Qualquer pessoa pode deixar o lixo eletrônico no CERT. Empresas também.
Qual endereço e horário de funcionamento do CERT?
O CERT funciona na Rua Bingen, nº 520. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE